O Sistema de remuneração possui pontos de vista do empregado e da organização onde verificamos que do ponto de vista do empregado deve permitir e estimular um ótimo desempenho no trabalho, levando à obtenção de ganhos cada vez maiores.

Porém do ponto de vista da organização, o sistema deve comprometer os empregados com os objetivos organizacionais. Sabemos que a remuneração é um assunto complexo, pois depende de inúmeros fatores. Desta forma podemos destacar a importância do Plano de Remuneração.

Conceituamos Administração de Salários como sendo um conjunto de normas e procedimentos utilizado para estabelecer ou manter estruturas de salários equitativas e justas na organização. Onde a organização representa um conjunto integrado de cargos em diferentes níveis hierárquicos e em diferentes setores de atividades, podemos observar que a administração salarial é um assunto que envolve a organização como um todo e que repercute em todos os níveis e setores.

Descobrimos que na maioria das organizações, em função da divisão do trabalho e conseqüente especialização funcional, as necessidades básicas de recursos humanos sejam em quantidade ou em qualidade são, por sua vez, definidas por meio de um esquema de descrição e especificações de cargos.

Na maior parte das organizações os cargos são projetados e desenhados de qualquer forma e a revelia do órgão de Administração de Recursos Humanos (ARH), restando saber então como eles foram projetados e desenhados pelos outros órgãos.

Podemos, então, fundamentar cargos com algumas noções, como: Tarefa, Atribuição, Função.

Com relação à descrição de cargos, torna-se necessário descrevê-lo, consistindo em enumerar as tarefas ou atribuições que compõem um cargo e que o tornam de todos os outros cargos existentes na organização.

O analista de Cargos analisa e desenvolve dados ocupacionais relativos aos cargos, qualificações necessárias ao cargo e características do ocupante, que servem de base para aconselhamento vocacional, avaliação de salários, utilização de trabalhadores e outras práticas de pessoal.

Verificamos então que um programa de análise de cargos deve por sua vez, envolver três fases principais como: planejamento, preparação e execução.

Podemos então concluir que o Plano de Cargos e Salários é uma ferramenta muito utilizada para determinar e sustentar as estruturas de cargos e salários de uma organização tendo como objetivo primordial de alcançar o equilíbrio interno e externo por meio da definição das atribuições, deveres e responsabilidades que cada cargo e os seus respectivos níveis salariais.

Proporcionando uma estruturação o Plano de Cargos e Salários também permite que a empresa ofereça ao colaborador um plano real de carreira, sendo, de forma clara e objetiva a demonstração de possíveis promoções que o tempo permitira alcançar.