Liderança em tempos de pandemia

Liderança é uma das habilidades mais importantes do Administrador, estando presente em todas as funções da área desde o planejamento, e em especial nas funções organização e direção, que formula ações táticas e operacionais, respectivamente, de forma a manter os resultados apontados na função controle, onde estabelece medidas de desempenho e adota ações para ajustar ao planejado.

Em tempos de crise como a que estamos vivendo, onde todos os olhares estão voltados para o cenário político e sanitário, em particular, os líderes devem “acolher” os liderados, de forma a criar um vínculo de respeito através do exemplo. Pelo novo modelo de trabalho, atualmente obrigatório, muitos não se encontram presencialmente. Logo, o volume de informações supera as expectativas e a ansiedade pelos resultados pode trazer alguns problemas aos processos. E é neste momento que o líder deve estar presente de forma atuante.

Os trabalhos remotos precisam ser bem conduzidos e entendidos da mesma forma que o presencial, deve haver um tempo estipulado para preservar os liderados, de forma a alcançar o máximo das ações. Manter uma programação diária priorizando atividades; trabalhar por videoconferência para decidir assuntos que mereçam mais atenção; manter contato diário no horário de expediente, aproveitando as ferramentas virtuais disponibilizadas; procurar se comunicar de forma transparente, codificando as informações, que por muitas vezes são confundidas com o que está escrito sendo nesta hora priorizar a atuação presencialmente com as ferramentas disponibilizadas.

Gisela Kassoy² enfatiza liderança 6 D, com a qual estamos atuando, com:

.Descontração — quando a sinceridade é fundamental;

.Direcionamento — quando harmoniza os objetivos e estabelece as prioridades;

.Desafio — quando estimula a criatividade, realização, aprendizado e, sobretudo, prazer de forma a proporcionar a motivação do liderado quando percebe ser mais capaz;

.Diferenciação — quando reconhece e valoriza as diferenças entre cada membro da equipe;

.Desapego — quando promove entre os liderados o desapego de ideias e paradigmas anteriores, importantes para os momentos atuais;

. Determinação — quando procura ser um líder educador para que os liderados entendam a importância deles para a organização/empresa.

Assim, acreditamos que para desenvolver a liderança, nos tempos atuais, com certeza teremos que contar com profissionais preparados para um novo normal, ou melhor, para o normal que já deveria existir.

Sobre o autor

Fatima Ribeiro

*Adm. Fatima Ribeiro é coordenadora da Comissão Especial em Administração de Serviços de Saúde do CRA-RJ .

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *