A busca pela perpetuação e progressão das organizações está, a cada dia, fazendo com que os administradores parem e repense a forma de aplicar as técnicas de gestão já conhecidas no ambiente corporativo.

Além disso, a busca por novas técnicas, capazes de produzir mais com menos recursos, tem sido constante.

E quando se fala em técnicas de gestão, é impossível não citar a gestão de projetos. Mas, afinal, o que é um projeto?

Segundo o Guia PMBOK® (Project Management Body of Knowledge), documento responsável pela orientação acerca das boas práticas de gestão de projetos, utilizado pelo PMI® (Project Management Institute), numa definição objetiva, um projeto é “um esforço temporário, empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo”.

Um bom projeto possui um planejamento bem estruturado, com prazos bem definidos, processos de execução bem controlados, assim como objetivos claros a serem atingidos por pessoas com competências técnicas adequadas ao propósito.

A meu ver, para o sucesso de um projeto, a etapa de planejamento é fator preponderante, considerando que, geralmente, trabalha-se com recursos limitados, com prazos apertados.

Em um projeto, todos os riscos devem ser estudados, todas as chances de fracasso devem ser consideradas e tratadas, e é na etapa de planejamento que isso é realizado. Inclusive, na opinião de Ricardo Vargas, sumidade na área de projetos, em projeto o segredo não é fazer as coisas darem certo, mas, sim, minimizar os problemas.

Se tivermos um pensamento bem estruturado, recursos bem alocados, análises de risco bem feitas, as chances de se obter sucesso são muito maiores. Afinal, apagar ‘incêndios’, ter retrabalho, custa muito, muito caro.

O mercado está aquecido na área de projetos, projetos estão presentes em todo lugar, e os administradores precisam se adequar a essas demandas.

Segundo pesquisas, organizações consideradas altamente maduras na gestão de projetos, cujas técnicas já estão bem consolidadas, têm quase 100% de chances de sucesso em cada projeto desenvolvido.

Os conceitos estão aí e os resultados têm sido apresentados.

É preciso estudar e aplicar as técnicas da gestão de projetos, a fim de gerar crescimento e agregar mais valor ao negócio e, conseqüentemente, ao país.