Desprezo e destruição não fazem parte do jogo

2019-07-31T16:46:10-03:0031/07/2019|Categorias: Administração Geral|Tags: , |

Adm. Wagner Siqueira* As primeiras confrontações dos cidadãos contra as multinacionais começaram aos fins dos anos 1960. No Japão, em razão das atrocidades produzidas em consequência da grande poluição química, uma grande empresa industrial reconheceu, pela primeira vez, sua responsabilidade, mesmo que de maneira bastante tímida. Esse escândalo japonês é, sem dúvida, menos marcante do que [...]